O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Esclarecimentos sobre a Gripe A

LEIA A MATÉRIA E NÃO DEIXE DE PREVENIR. ESTA GRIPE NÃO FOI ERRADICADA E PODE HAVER UM NOVO SURTO A QUALQUER MOMENTO.

AGUARDAMOS QUE O GOVERNO PROMOVA VACINAÇÃO DE TODOS OS CIDADÃOS E PRINCIPALMENTE DOS ENVOLVIDOS COM A ÁREA DA SAÚDE.

O que é a gripe A?
É uma doença respiratória aguda (gripe) causada pelo vírus A ( H1N1 ). Um novo subtipo do vírus Influenza ( gripe comum ). Sua transmissão é feita de pessoa para pessoa, principalmente pela tosse ou espirro e através do contato com as secreções respiratórias de pessoas infectadas.

Tem Cura?
Sim. Seu tratamento é feito com antivirais, que só podem ser tomados por recomendação médica. Dois deles são: Tamiflu e Relenza e são eficazes se tomados logo após os primeiros sintomas da doença. Existe um empenho internacional para que a vacina seja feita o mais rapido possível. E o Brasil já está com a vacina em fase avançada.

Grupo de Risco:

- Idosos acima de 60 anos de idade.
- Crianças com menos de 2 anos de idade.
- Gestantes, Diabéticos, Cardíacos, Pacientes com Câncer, com AIDS e com Anemia.
- Obesos e Doentes Pulmonares Crônicos.

- Pacientes Debilitados em Geral.

Prevenção:

- Evitar locais fechados e aglomerações.
- Lavar a mãos com frequência, usando água e sabão.
- Evitar tocar a boca, nariz e olhos com as mãos sujas, ou sem lavar.
- Evitar locais com ar condicionado, principalmente os sem manutenção.
- Máscaras só em casos de contaminação ou de doenças respiratórias ( elas não evitam a doença, só evitam o contato).
- Não compartilhe copos, talheres, etc. Certifique-se que foram lavados antes do uso.
- Alcool gel em superfícies, mãos, objetos ajudam a prevenção.
- Boa alimentação.
- Hidratação constante e sempre com água potável.
- Informação.

Sintomas:

- Doença tem início súbito.
- Dores de cabeça, dores de garganta, dores nas articulações, dores musculares, e principalmente febre alta - acima de 38°C.
- Pode haver vômitos e diarréia.
Sinais de Agravamento dos Sintomas.
- Falta de ar, tonturas, fraqueza, desidratação

Sinais estes que serão diagnosticados por um profissional

Não se automedique. Procure um profissional de sua confiança ou um profissional da rede pública para identificar a doença e tratá-la.
A automedicação pode interferir no diagnóstico, mascarar os sintomas, e assim impedir o tratamento correto.

Conheça mais:

Portal Oficial sobre a Influenza:
portal.saude.gov.br

Plano de Preparação para o enfrentamento da pandemia de influenza
Nota técnica-influenza A(H1N1)/Ministério da Saúde

portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/plano_flu_final.pdf

Disque Saúde: 0800-61-1997

Se tiver alguma dúvida envie para nós que buscaremos esclarecimentos

Pesquisa feita por: Regina Valéria

 

Voltar