O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O PRECONCEITO NA PROFISSÃO DE CUIDAR.

                

PRECONCEITO NA PROFISSÃO DE CUIDAR FOI O TEMA DA ÚLTIMA PALESTRA E, MUITAS PERGUNTAS E COMENTÁRIOS SOBRE O ASSUNTO ACONTECERAM. O QUE ME DEIXA ANIMADA, SIGNIFICANDO ATENÇÃO AO TEMA E PREOCUPAÇÃO COM ESTA DISCUSSÃO TÃO NECESSÁRIA E SÉRIA.

O PRECONCEITO EXISTE EM TODOS OS AMBIENTES E TAMBÉM NAS CASAS DE PACIENTES, DEPENDENTES, DEFICIENTES E, EM MINHA OPINIÃO, A FALTA DE INFORMAÇÃO E DE CONHECIMENTO SOBRE CAUSAS E EFEITOS GERA A MAIORIA DOS PRECONCEITOS EM NOSSA PROFISSÃO.

PRECISAMOS ABOLIR O PRECONCEITO EM NOSSAS CASAS E EXIGIR DE QUEM CONVIVE EM NOSSO AMBIENTE RESPEITO.

COM TODO TIPO DE PRECONCEITO A INTOLERANCIA É A PALAVRA A SER USADA.

O PACIENTE MERECE ATENÇÃO E RESPEITO EM SUAS DIFICULDADES E POR SUA VIDA. O CUIDADOR PRECONCEITUOSO DEVE BUSCAR UMA NOVA PROFISSÃO, POIS NÃO DEVE HAVER ESPAÇO PARA SUA ATUAÇÃO. SÓ AGINDO ASSIM E DISCUTINDO ABERTAMENTE SOBRE ESTE ASSUNTO VAMOS CONSEGUIR PROGRESSOS.

E quando existe preconceito por parte de familiares devemos interferir e buscar entendimento.
O preconceito pode ser o fato de ter vergonha de um pai idoso, de um familiar com doença mental, etc.

A busca de conhecimento, desenvolver a compaixão e a expansão de horizontes ajuda a combater o preconceito.

UM CUIDADOR PRECONCEITUOSO É INADMISSÍVEL. UM FAMILIAR PRECONCEITUOSO PRECISA PROCURAR AJUDA PROFISSIONAL PARA CURAR-SE. UM PACIENTE PRECONCEITUOSO PRECISA DE ESCLARECIMENTOS E COMPAIXÃO.

SEJA QUAL FOR SUA FUNÇÃO EXERÇA-A COM DIGNIDADE E LIVRE DE JULGAMENTOS.



MATERIA ESCRITA POR: Regina Valeria

 

Voltar Topo