O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

PROGRAMA CONSTRUINDO CIDADANIA


Pauta do programa  de 24-02-2012, que teve a dra. Regina como convidada. Ele foi ao ar, ao vivo, das 11h30 ao meio-dia, pela Rádio 9 de Julho. Veja abaixo as perguntas e respostas feitas no programa e também foram respondidas perguntas ao vivo feitas por radioouvintes.

 
PROGRAMA CONSTRUINDO CIDADANIA
24 DE FEVEREIRO DE 2012
TEMA: A FUNÇÃO DO CUIDADOR NA ÁREA DA SAÚDE
 

Devido a diversos fatores, como: melhorias nas condições sanitárias e avanços na área da saúde, aumentou a expectativa de vida da população. É isso é bom! As pessoas estão vivendo mais, mesmo aquelas que possuem algum tipo de incapacidade. O Brasil, que já foi considerado um país de jovens, hoje vê aumentar consideravelmente seu número de idosos, o que também coloca diante das famílias e da própria sociedade alguns desafios a serem vencidos, a fim de oferecerem a seus membros mais velhos uma boa qualidade de vida.

            Por outro lado, também é cada vez maior o contingente de pessoas de todas as idades que necessitam de atenção especial por conta de sequelas provocadas por ocorrências violentas, sejam acidentes de trânsito ou outras formas de agressão física ou psíquica. Limitadas por alguma incapacidade permanente ou passageira, elas necessitam de apoio e cuidados para os quais muitas vezes as pessoas mais próximas não estão devidamente preparadas. No entanto, é importante que essa atenção seja dada no próprio domicílio, pois isso permite um maior convívio familiar e diminui o tempo de permanência no hospital, reduzindo as complicações decorrentes de longos períodos de internação hospitalar.
            Em decorrência desses fatos é cada vez maior a presença da figura do cuidador na área da saúde, com o objetivo de dar atenção a pessoas que, em qualquer idade, se vejam acamadas ou com limitações físicas que necessitem de cuidados especiais. No entanto, para exercer essas funções é preciso uma preparação especial, uma vez que o cuidador precisa atuar de forma individualizada, levando em consideração as particularidades e necessidades da pessoa a ser cuidada. E esse cuidado não deve se limitar aos cuidados com o corpo físico, pois além do sofrimento físico decorrente de uma doença ou limitação, há que se levar em conta as questões emocionais, a história de vida, os sentimentos e emoções da pessoa a ser cuidada.
            Para conhecer um pouco mais o trabalho do cuidador e como se dá a formação desse profissional, vamos conversar com a Dra. Regina Valéria de Vasconcellos Lima, fundadora e presidente da Associação Projeto Cuidador.
 
1)      Qual seria o papel do cuidador? Podemos classificá-lo como um novo tipo de profissional na área da saúde ou como uma pessoa dotada de qualidades especiais, embasadas no desprendimento, na doação e no amor ao próximo? - O CUIDADOR É O PROFISSIONAL MAIS ANTIGO DA ÁREA DA SAÚDE. SEMPRE EXISTIU O CUIDADOR, DESDE QUE UMA PESSOA PRECISOU DA AJUDA DE OUTRA NA HUMANIDADE. HOJE O CUIDADOR VEM AOS POUCOS SENDO ENTENDIDO COMO PRESENÇA FUNDAMENTAL DA EQUIPE MEDICA E AQUELA PESSOA COM QUALIDADES ESPECIAIS PARA EXERCER SUAS FUNÇÕES DIANTE DE DIVERSAS CONDIÇÕES EM QUE POSSA ESTAR A PESSOA DEPENDENTE. SEU PAPAEL FUNDAMENTAL É O DE DAR CONDIÇÕES DIARIAS PARA QUE A PESSOA TENHA A MELHOR QUALIDADE DE VIDA POSSÍVEL EM CONDIÇÕES ADVERSAS.  
2)      Podemos identificar desde quando a figura do cuidador passou a ser mais necessária? Essa ocupação já está integrada ao conjunto de profissionais que promovem uma ação multidisciplinar na área da saúde? - AOS POUCOS ESTA OCUPAÇÃO, DE SER CUIDADOR, VAI SENDO INCORPORADA E TORNANDO-SE INDISPENSÁVEL AO TRATAMENTO DE DEPENDENTES. SEMPRE FOI UMA OCUPAÇÃO NECESSÁRIA E SEMPRE EXISTIU. DEPENDE AGORA DE SUA PROFISSIONALIZAÇÃO E DE SEU RECONHECIMENTO PELO ESTADO E PELA SOCIEDADE.
3)      Como os profissionais da saúde veem a figura do cuidador? - CADA VEZ COM OLHOS MAIS ATENTOS E DESCOBRINDO QUE SUA PRESENÇA MELHORA AS CONDIÇÕES DE VIDA DA PESSOA A SER CUIDADA E DA FAMÍLIA ENVOLVIDA.
4)      O cuidador precisa ser necessariamente alguém da família da pessoa atendida? Isso é desejável porque permitiria uma presença constante ao lado da pessoa que necessita de cuidados ou, pelo contrário, é desejável que seja alguém de fora do ambiente familiar? - A FAMÍLIA É QUEM DECIDE SOBRE SER ALGUÉM QUE POSSA EXERCER ESTA ATIVIDADE, QUE É DESGASTANTE E EXIGE MUITAS HABILIDADES, OU CONTRATAR ALGUÉM QUE EXERÇA ESTA FUNÇÃO COM MAIS CONHECIMENTO. NA MINHA OPINIÃO O CUIDADO PARTILHADO ENTRE FAMILIARES E CUIDADORES AINDA TRAZ RESULTADOS MAIS EFETIVOS AOS DEPENDENTES. DEPENDE DAS CONDIÇÕES FINANCEIRAS DA FAMILIA E DO DEPENDENTE.
5)      Se o cuidador for alguém de fora do ambiente familiar, como ele deve se relacionar com a família da pessoa cuidada? - ELE DEVO SER O ELO ENTRE A PESSOA A SER CUIDADA E SEUS FAMILIARES E MANTER UMA RELAÇÃO ESTÁVEL E DE CONFIANÇA COM A EQUIPE MEDICA QUE ASSISTE O PACIENTE.
6)      Como e onde se dá a formação do cuidador? Quais as principais preocupações na hora de formá-lo? - MUITOS CUIDADORES, CHAMADOS LEIGOS, SÃO FORMADOS EXERCENDO AS ATIVIDADES NO DIA A DIA, MAS EXISTEM CURSOS DE CUIDADORES QUE TRAZEM CONHECIMENTO E SÃO NECESSÁRIOS PARA A FORMAÇÃO CADA VEZ MAIS ESPECIALIZADA DESTA OCUPAÇÃO. AS PREOCUPAÇÕES SÃO DE ATUALIZA-LOS QUANTO A SUAS TAREFAS E ORIENTÁ-LOS PARA SEGUIREM COM RESPEITO AS ORIENTAÇÕES DOS PROFISSIONAIS QUE COMPARTILHAM SEU COTIDIANO E SABEREM CUIDAR-SE PARA TER VIDA SAUDÁVEL E DE QUALIDADE.
7)      Por lidar com pacientes em condições muitas vezes extremas, o cuidador não precisa, ele próprio, de alguns cuidados para conviver cotidianamente com situações-limite? - O CUIDADOR QUE NÃO SE PREOCUPA COM A PROPRIA SAÚDE ACABA ADOECENDO TAMBÉM, O QUE CAUSA GRANDE PROBLEMAS PARA SUA VIDA E PARA QUEM É CUIDADO. CUMPRIR HORÁRIOS, MANTER ATIVIDADES FISICAS, BOA ALIMENTAÇÃO E HIGIENE. TER VIDA PROPRIA ALÉM DA PROFISSÃO SÃO ALGUMAS DAS SUGESTÕES PARA QUE O CUIDADOR MANTENHA-SE SAUDÁVEL.
8)      A senhora poderia, a título de exemplo, apresentar algumas tarefas que fariam parte da rotina de um cuidador? - HIGIENE COMPLETA DO DEPENDENTE, ACOMPANHAR AO LAZER, AS ATIVIDADES DE FISIOTERAPIA, E OUTRAS NECESSÁRIAS EM CASA OU FORA; CUIDAR DA ALIMENTAÇÃO, DA ARRUMAÇÃO DO QUERTO E ESPAÇOS EM QUE VIVE O DEPENDENTE; ESTAR ATENTO ÀS SUA NECESSIDADES FISIOLÓGICAS E ACOMPANHÁ-LOS, ESTAR ATENTO AOS HORÁRIOS DE MEDICAÇÕES; FAZER O DIÁRIO DO CUIDADOR ZELOSAMENTE PARA QUE TODOS SAIBAM COMO VAI A EVOLUÇÃO DO PACIENTE, DENTRE OUTRAS.
9)      Está crescendo a busca por cuidadores? O cuidador é alguém remunerado ou é um trabalho voluntário? - AINDA NÃO EXISTE A PROFISSÃO REGULAMENTADA DE CUIDADOR. ESTA É A LUTA DA NOSSA ASSOCIAÇÃO: CRIAR REGRAS, DEVERES, OBRIGAÇÕES, ESTABELECER SALÁRIOS, HORÁRIOS ENFIM TUDO QUE É NORMAL EM UMA PROFISSÃO. ATUALMENTE OS CUIDADORES SÃO EMPREGADOS DOMÉSTICOS E SÃO PORTANTO REGISTRADOS E SEGUEM OS DIREITOS DESTA PROFISSÃO TÃO NOBRE MAS QUE NÃO É A MESMA QUE SER UM CUIDADOR. EXISTEM OS VOLUNTÁRIOS QUE ATUAM EM INSTITUIÇÕES PÚBLICAS E PRIVADAS MAS QUE NÃO SERIAM REMUNERADOS. MAS QUE DESTA FORMA TAMBÉM NÃO TEM DIREITOS GARANTIDOS. É BOM SALIENTAR QUE EXISTEM MILHARES DE PESSOAS VIVENDO DESTA OCUPAÇÃO NO NOSSO PAÍS E QUE ESTA PRECISA SER UMA PROFISSÃO. MUITO TIMIDAMENTE EXISTEM ALGUNS PROJETOS DE LEI NO MUNICIPIO DE S. PAULO E NA CAMARA FEDEAL.  
10)   Qual o trabalho desenvolvido pela Associação Projeto Cuidador e por que a senhora viu a necessidade de criar essa entidade? - POR TODOS OS MOTIVOS JÁ EXPOSTOS. GARANTIR A QUEM TRABALHA E VIVE DESTE TRABALHO O DIREITO A TER SAÚDE, LAZER, SEGURO SAÚDE, CURSOS PROFISSIONALIZANTES, CONHECIMENTO. TER O RESPEITO SOCIAL E TODAS AS CONQUISTAS QUE TEM OUTRAS PROFISSÕES. FAZER ENTENDER AO ESTADO QUE ESTA PROFISSÃO TIRA DOS HOSPITAIS PÚBLICOS, DAS CLINICAS MILHARES DE PESSOAS DIMINUINDO SEUS CUSTOS, SUAS OBRIGAÇÕES. FAZER REVERTER PARTE DESTA ECONOMIA PARA OS PROPRIOS CUIDADORES,  POR DIREITO. SE ISTO ACONTECER MUITAS FAMÍLIAS QUE PRECISAM E QUE CONTRATARIAM CUIDADORES, E QUE FICAM SEM ESTES PROFISSIONAIS POR NÃO TER NO MERCADO PESSOAS PREPARADAS, COM CONHECIMENTO E EM QUANTIDADE PARA SUPRIR AS ATUAIS DEMANDAS, ESTARIAM DANDO EMPREGO JUSTO E GARANTINDO A CIDADANIA A ESTES BRASILEIROS.

Pela pagina Contato mande suas dúvidas e perguntas, dicas e criticas, obrigado.
ESTAREMOS RESPONDENDO AS PERGUNTAS QUE FICARAM SEM SER RESPONDIDAS POR CAUSA DO TEMPO, OBRIGADA AO PADRE E A TODA EQUIPE DO PROGRAMA. PARA NÓS FOI UMA GRANDE OPORTUNIDADE DE DIVULGAR NOSSO TRABALHO E AJUDAR AOS CUIDADORES A ESCLARECER SUAS DÚVIDAS. PODEM CONTAR CONOSCO!

Voltar Topo